Cristina Kirchner tem alta ao fim de uma semana mas terá de continuar em repouso

A presidente argentina esteve internada por problemas no intestino grosso, devendo agora cumprir um repouso de dez dias na residência oficial de Olivos.

Cristina Kirchner tinha sido internada no passado domingo numa clínica de Buenos Aires, com um quadro de infeção no cólon sigmóide.

Segundo o comunicado dos médicos da presidente, esta continuará "com tratamento antibiótico, dieta especial, repouso e controlo evolutivo" da situação em casa. Os médicos dizem que deve evitar deslocações durante dez dias.

Na véspera, os médicos tinham dito que a presidente apresentava uma "boa evolução clínica".

No ano passado, a presidente tinha sido operada por causa de um hematoma subdural, na zona que está entre o crânio e o cérebro.

Por causa deste novo internamento, Kirchner vai falhar a participação na cimeira do G20 em Brisbane, na Austrália, que se realiza a 15 e 16 de novembro.

Exclusivos