Ramos-Horta nomeado representante para a Guiné-Bissau

O Secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, designou segunda-feira o ex-presidente timorense José Ramos-Horta como seu representante especial na Guiné-Bissau.

Ramos-Horta vai liderar a missão da UNIOGBIS -- criada para consolidar a paz na Guiné-Bissau -- e sucede a Joseph Mutaboba, um diplomata ruandês que termina o seu mandato a 31 de janeiro.

Numa declaração justificativa da escola de Ramos-Horta, a ONU salienta a sua experiência de mais de 30 anos ao serviço da política e da construção da paz e estabilidade em Timor-Leste e noutros pontos do globo.

Presidente timorense entre 2007 e 2012, José Ramos-Horta tinha exercício antes os cargos de Ministro dos Negócios Estrangeiros e de Primeiro-ministro, e foi afastado na primeira volta das eleições de março do ano passado em Timor-Leste e que foram ganhas por Taur Matan Ruak.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG