Protestos em São Paulo terminam em confrontos

Um protesto que juntou em São Paulo cerca de 1.300 pessoas para exigir transportes públicos gratuitos terminou na quinta-feira com atos de vandalismo e confrontos entre a polícia e alguns manifestantes.

Segundo a agência EFE, o protesto começou de forma pacífica, mas alguns manifestantes encapuzados enfrentaram a polícia, lançando pedras, tendo os agentes reagido com lançamento de gás lacrimogéneo.

Um grupo de manifestantes invadiu um concessionário de automóveis de luxo e partiu, com recurso a extintores, os vidros e retrovisores de algumas viaturas que estavam no interior.

Também foram vandalizadas quatro sucursais bancárias e um veículo de uma emissora de televisão, bem como várias peças de mobiliário público, segundo relatos da imprensa local.

O protesto tinha-se iniciado de forma pacífica pelas 15:00 (19:00 em Lisboa), mas mais tarde alguns elementos vestidos de negro começaram os atos de vandalismo.

ARP // JPS

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG