Novo ataque em estrada de Mocambique faz três feridos

Um novo ataque de homens armados contra uma escolta militar de viaturas na principal estrada de Moçambique, no centro do país, na sexta-feira, fez três feridos, disseram hoje à Lusa várias fontes.

O ataque visou um autocarro de passageiros, que ficou imobilizado, tendo já sido levado para o posto policial de Muxúnguè, a região mais atingida pela tensão político-militar na região centro de Moçambique.

"Foi na primeira coluna da sexta-feira, quando os homens da Renamo atacaram um machimbombo (autocarro de passageiros). Furaram todos os pneus de trás e duas senhoras foram atingidas. Outro senhor também foi ferido durante a agitação quando a coluna parou", explicou à Lusa ao telefone, Helena Baptista, que se encontrava no local.

Em declarações à Lusa, Pedro Vidamão, diretor do hospital rural de Muxúnguè, assegurou que as vítimas do ataque foram conduzidas para o hospital de Vilankulos (Inhambane, sul), e garantiu "prontidão contínua" da unidade de saúde local.

O troço Save-Muxúnguè tem sido alvo de constantes ataques de viaturas, que provocaram esta semana a morte de um militar e ferimento em cerca de nove civis, entre ligeiros e graves.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG