Equipa de obervadores apela ao voto no domingo em São Tomé

A missão de observação eleitoral da Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC) apelou aos cidadãos são-tomenses inscritos nos cadernos eleitorais a se "deslocarem de forma maciça" às urnas para as eleições deste domingo.

A missão "convida a população de São Tomé e Príncipe em idade de votar e todos aqueles inscritos no caderno eleitoral a se deslocarem de forma maciça para exercer os seus direitos e deveres cívicos e escolher assim seus representantes nas instâncias legislativas, municipal e regional que serão empossados depois do voto", disse chefe da missão de observação da CEEAC.

Jean Calir Obame exortou igualmente as autoridades encarregues dos escrutínios a "exercerem a sua missão num espírito de responsabilidade cívica".

A missão da CEEAC, que se encontra na capital são-tomense desde o passado dia 03, recebeu todos os partidos concorrentes às eleições de 12 de outubro, representantes das instituições encarregues de administrar contenciosos e organizações da sociedade civil"

"Esses encontros destinaram-se uma harmonização do método de trabalho das missões de observação eleitoral", disse Jean Clair Obame.

A presença da equipa de observação eleitoral decorre da aplicação da declaração de Brazzaville de 07 de junho de 2005, sobre o apoio ao processo eleitoral nos estados membros da CEEAC.

A campanha para as eleições legislativas, autárquicas e regional de domingo em São Tomé e Príncipe termina hoje e antevê-se muita agitação na capital, para onde estão marcados os comícios finais dos principais partidos.