Aécio apela a "unir forças" contra Dilma na 2.ª volta

O social democrata Aécio Neves apelou ao PSB da derrotada Marina Silva para "unir forças" de forma a derrotar a Presidente Dilma Rousseff na segunda volta das presidenciais brasileiras marcada para dia 26.

"Chegou a hora de unir as nossas forças. A minha candidatura não é a de um partido político, mas a de um conjunto de alianças ao serviço de todos os brasileiros que têm a capacidade de se indignarem", afirmou Aécio Neves diante de uma multidão de apoiantes reunida no seu feudo de Belo Horizonte, a capital do estado de Minas Gerais.

O candidato do PSDB ficou em segundo lugar, com 33,6% dos votos, na primeira volta das presidenciais, atrás de Dilma Rousseff (41,55%), segundo os resultados quase definitivos, quando estão contados 99% dos votos. Marina Silva, do PSB, obteve 21,29% dos votos, ficando pelo caminho depois de ter entrado na campanha após a morte do candidato do seu partido, Eduardo Campos, num acidente de avião.