Dez mortos em choque de dois autocarros em Moçambique

Pelo menos dez pessoas morreram e mais de 40 ficaram feridas em resultado de um acidente na terça-feira com dois autocarros no posto administrativo de Nhacoongo, província de Inhambane, sul de Moçambique, noticiou hoje o jornal O País.

O jornal descreveu que o acidente foi provocado pelo embate de um autocarro com um "chapa 100" (veículo semipúblico de transporte), que estava parado a largar passageiros e que foi projetado dezenas de metros, "varrendo" as bancas de comércio informal colocadas à beira da estrada.

Sete pessoas morreram no local e outras três a caminho do hospital, segundo O País.

A polícia admite que o autocarro seguia em excesso de velocidade.

Os acidentes de viação são uma das principais causas de mortalidade em Moçambique. Só na semana passada, trinta pessoas morreram e 102 ficaram feridas nas estradas do país.

Na terça-feira, o Presidente da República, Armando Guebuza, apelou a cada moçambicano para desempenhar um papel na prevenção de desastres rodoviários.

Falando na Associação moçambicana para as Vítimas da Insegurança Rodoviária, o chefe de Estado disse que chegou o momento de serem conhecidas as causas da elevada sinistralidade nas estradas do país, considerando que casa caso não devia ser visto como um acidente, mas como uma oportunidade de se prevenir acontecimentos semelhantes no futuro.

A polícia moçambicana atribui a maioria dos sinistros rodoviários ao excesso de velocidade.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG