Brasil produzirá medicamentos para tratar Sida e hepatite

O Brasil vai fabricar a partir de Março o medicamento tenofovir, distribuído gratuitamente a cerca de 65.500 pacientes com Sida e hepatite no país, informou hoje uma fonte oficial.

A produção será feita pelo laboratório estatal da Fundação Ezequiel Dias, do Governo do Estado de Minas Gerais, segundo o Ministério da Saúde. O Governo brasileiro comprava o tenofovir do laboratório multinacional Gilead, mas a quebra da patente do medicamento pelas autoridades locais abriu caminho para a produção nacional.

A projecção é de que nove milhões de comprimidos começarão a ser produzidos a partir da próxima semana, sendo que o primeiro lote estará disponível para os pacientes no final de Março. Com o início do fabrico, 10 dos 20 medicamentos antirretrovirais atualmente fornecidos pelo sistema público de saúde passam a ser fabricados no Brasil, "o que fortalece a autonomia do país na produção de fármacos".

"Além de disponibilizar o medicamento para as pessoas que vivem com Sida e hepatite, fica garantida a oferta a longo prazo, contribuindo para diminuir a dependência externa", disse o diretor do Ministério da Saúde, Dirceu Greco, citado num comunicado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG