Avião avariado retirado da pista após 45 horas

O avião que estava avariado na pista do aeroporto de Viracopos, no interior de São Paulo, e que há 45 horas impedia aterragens e descolagens, foi removido hoje à tarde, informou a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero).

Até o meio-dia (16:00 horas em Lisboa) de hoje, 416 voos, entre partidas e aterragens, foram cancelados, segundo a Infraero.

Entretanto, a pista está a ser sugeita a trabalhos de limpeza e avaliação, pelo que ainda não foi libertada para operações. O aeroporto, um dos três cedidos pelo Governo à iniciativa privada em regime de concessão, fica na cidade de Campinas, a 93 quilômetros da capital do estado.

Entre os voos cancelados, 200 eram partidas e 216 chegadas.

A companhia portuguesa TAP opera três voos semanais para Viracopos, às terças, quintas-feiras e aos sábados, e, através da assessoria de imprensa, informou não ter sido afetada pelo problema.

O incidente com o avião de carga ocorreu por volta das 20:00 horas (meia-noite em Lisoa) de sábado, quando o trem de aterragem da aeronave teve problemas técnicos durante a aterragem, levando a que os pneus rebentassem.

A remoção do avião da pista foi tentada na noite de domingo, sem sucesso, pois o peso da aeronave de carga sobrecarregou a estrutura levada para movê-la.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG