Coreia do Sul reforça orçamento para segurança na net

As autoridades da Coreia do Sul revelaram hoje vontade em duplicar o orçamento para a segurança na Internet devido às preocupações com a vulnerabilidade a ataques que atribui à Coreia do Norte.

O governo quer aumentar a despesa o equivalente a 6.740 milhões de euros para serem gastos até 2017, explicou o ministro da Ciência ao especificar que a formação irá decorrer no mesmo período.

A Coreia do Norte foi acusada das maiores invasões em 2009 e 2011 que visaram instituições financeiras e agências ou departamentos governamentais.

O último caso aconteceu em março quando a Coreia do Sul acusou Pyongyang de ter lançado um ataque massivo contra bancos e emissoras do país.

Especialistas internacionais acreditam que a Coreia do Norte tem cerca de 3.000 técnicos preparados para lançarem ataques através da Internet.

Como resposta aos ataques, Seul criou também uma unidade especial, mas não revela o número de técnicos naquelas funções.

Este texto da agência Lusa foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG