Cargueiro chinês sequestrado no Golfo de Oman

Um cargueiro chinês foi sequestrado hoje por piratas perto do Golfo de Oman, disse a agência noticiosa oficial chinesa, citando a embaixada da China no Irão.

A embaixada da China ordenou um "procedimento de urgência" após o ato de pirataria que ocorreu ao início da manhã ao largo da cidade iraniana de Chabahar, precisou a agência oficial, sem indicar a origem dos piratas.

A missão "estabeleceu de imediato um contacto com as autoridades iranianas a exigir que o Irão tome todas as medidas necessárias para libertar o navio e a tripulação", acrescentou a Nova China, precisando que a embarcação pertence a uma empresa de Nankin (este da China).

Os sequestros de navios por piratas somalis são frequentes na região do mar de Oman.

Por causa da armada internacional estacionada desde 2008 o golfo de Aden para evitar sequestros, os piratas somalis alargaram o seu perímetro de ação.

Os navios chineses têm sido capturados muitas vezes. Em junho de 2011, uma embarcação chinesa foi libertada sete meses depois de ter sido sequestrada por piratas somalis ao largo de Oman.

A União Europeia prolongou até final de 2014 a sua missão de luta contra os piratas somalis.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG