Bibliotecário despedido por autorizar um 'Harlem Shake'

(COM VÍDEO) Um bibliotecário, da Universidade de Oxford, foi despedido depois de ter autorizado um 'Harlem Shake' realizado por alguns alunos, que agora pedem a sua readmissão.

O vídeo, publicado ontem no YouTube, já atingiu centenas de visualizações:

Segundo a AFP, o vídeo, que foi realizado pelo bibliotecário no passado dia 17 de fevereiro, na biblioteca da conceituada Universidade de Oxford, contou com a participação de 30 alunos.

Esther Gosling, presidente da sala comum dos estudantes, informou que o funcionário da biblioteca foi despedido depois de o vídeo ter sido divulgado no YouTube.

A estudante afirma que já foram realizadas duas moções onde se pediu a readmissão do bibliotecário e a diminuição das multas, consideradas excessivas pelos alunos: "Quero deixar claro que não estamos contra as decisões tomadas pela universidade, apenas acreditamos que o bibliotecário foi tratado injustamente e é por isso que pedimos a sua readmissão".

É importante lembrar que episódios semelhantes têm acontecido em todo o mundo, como é o caso dos mineiros australianos, que foram despedidos, e dos dois soldados israelitas, que foram presos, depois de terem publicado os vídeos, onde dançavam 'Harlem Shake', na internet.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG