Autocarro atingido por bombardeamento em Donetsk, Ucrânia. Pelo menos 13 mortos

Doze dos 13 mortos estavam dentro do autocarro. Outra vítima mortal estava num veículo que passava no local, na altura do lançamento do 'rocket'. Donetsk é considerada bastião dos separatistas pró-russos.

Treze pessoas morreram hoje em Donetsk, no leste da Ucrânia, num bombardeamento que atingiu um autocarro, disse à agência noticiosa AFP um responsável daquela autarquia.

Doze dos 13 mortos estavam dentro do autocarro e a outra vítima mortal encontrava-se no interior de um veículo que passava no local na altura do lançamento do 'rocket', segundo fonte dos serviços de emergência da cidade, que é considerada um bastião dos rebeldes separatistas pró-russos.

Uma dezena de pessoas ficou ferida, segundo um balanço preliminar fornecido pela mesma fonte.

Na noite de quarta-feira, um bombardeamento no bairro próximo do aeroporto de Donetsk, epicentro dos combates entre as forces ucranianas e os rebeldes, causou um morto num autocarro, também atingido por um 'rocket', disse à AFP um responsável do município, Ivan Prikhodko.

A 14 de janeiro passado, mais de uma dezena de civis morreu quando um autocarro foi atingido por um 'rocket' que tinha como alvo uma barragem ucraniana em Volnovakha, no leste do país.

Kiev e os rebeldes acusam-se mutuamente de estarem na origem do bombardeamento.

Os bombardeamentos desta noite ocorreram horas depois de os ministros dos Negócios Estrangeiros da Federação Russa, Ucrânia, Alemanha e França terem reunido em Berlim, com um apelo conjunto ao fim das hostilidades em território ucraniano, mas sem qualquer acordo.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG