Austrália defende a energia nuclear

Os defensores da energia nuclear continuam a acreditar que esta tem um lugar próprio na Austrália, escreve The Age.

De empresários preponderantes a figuras políticas, entre as quais a do antigo primeiro-ministro John Howard, refere o diário australiano, "todos acreditam que a energia nuclear é inevitável, à medida que todo o mundo procura reduzir a sua dependência das energias fósseis".

O diário cita uma declaração de Hugh Morgan, um importante empresário australiano, em que este declara "só porque cai um 747, ninguém deixa de usar aviões".

"Os defensores da energia nuclear na Austrália garantem que é ambientalmente mais limpa do que o carvão, pode fornecer energia para consumo de empresa e particulares de forma constante (ao contrário das fontes de energia renováveis) e, para mais, pode ser tida como muito segura em países geologicamente estáveis como a Austrália."

Conclui o diário: "A crise no Japão não deixará de ter consequências políticas. Sabe-se que foi abandonada uma iniciativa de membros do partido Trabalhista [no poder] para que este tema fosse discutido na conferência nacional do partido", porque este está coligado com os Verdes no Governo.

A energia nuclear não é para já, escreve The Age.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG