Tibetano imola-se pelo fogo em protesto

Um tibetano no exílio imolou-se hoje pelo fogo em Nova Deli num protesto contra a visita do primeiro-ministro chinês, Hu Jintao, disse fonte policial.

Janphel Yeshi, de 27 anos, que fugiu do seu país em 2005, foi transportado de emergência para o hospital, com 98 por cento do corpo queimado, declarou à agência francesa AFP, Sukhdev Singh Mann, da polícia local.

Cerca de 30 tibetanos, na maioria monges budistas, imolaram-se pelo fogo ou tentaram fazê-lo desde março de 2011, principalmente em áreas tibetanas na China.

Os tibetanos queixam-se de repressão religiosa e de um crescente domínio da etnia han, cerca de 91 por cento da população chinesa.

O presidente chinês, Hu Jintao, estará em Nova Deli para assistir na quinta-feira à cimeira dos BRICS, países com novas economias emergentes (Brasil, Índia, China e África do Sul).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG