Sucesso na primeira aterragem no novo porta-aviões

A China realizou, hoje, com sucesso a primeira aterragem de caça militar no seu novo porta-aviões, em serviço desde setembro.

A primeira aterragem no Liaoning

A super potência chinesa realizou este domingo a primeira aterragem do caça J-15 no porta-aviões Liaoning, que entrou em operação a 25 de setembro, de acordo com a AFP. O Liaoning é o primeiro porta-aviões do país. O exercício marcou ainda a estreia do caça-bombardeiro, uma versão chinesa do caça russo, Sukhoï Su-33.

O vice-diretor do Instituto Militar de Pesquisa dos Assuntos Marítimos, Zhang Junshe, declarou que "uma aterragem bem sucedida é um símbolo da capacidade operacional de combate dum porta-aviões", mostrando o sucesso do exercício e adicionou ainda que esta era uma "etapa importante para o porta-aviões chinês". O país afirmou também que o Liaoning tem sido submetido a vários testes e irá aumentar a capacidade de defesa dos interesses chineses.

Os líderes chineses têm gasto milhões na modernização das suas forças armadas de forma a projetar o seu poder militar além fronteiras da China, segundo a BBC. O país tem passado ainda por um período de fortes tensões territoriais no mar da China.