Stanley Ho diz que foi forçado a assinar documentos

O advogado de Stanley Ho, Gordon Oldham, mostrou hoje em Hong Kong um vídeo em que o magnata diz ter sido forçado a assinar documentos para transferir o controlo dos negócios para alguns membros da família.

No mesmo vídeo, Stanley Ho garante pretender recuperar o controlo do seu património. "Quero que todos saibam disto ... é algo como um roubo", diz Stanley Ho num dos vídeos mostrados em Hong Kong ao acrescentar, no que parece ser uma mensagem ao advogado: "o que você fez assustou-os ... e estão dispostos a render-se".

Já antes Gordon Oldham tinha dito que Stanley Ho não tinha dado instruções para retirar a acção judicial como fora afirmado por parte da família através de um documento aparentemente assinado por Stanley Ho.

Em causa está o controlo da Lancelord, uma empresa que agora detém 32 por cento da Sociedade de Turismo e Diversões de Macau, a empresa-mãe da Sociedade de Jogos de Macau que detém uma concessão de jogo em Macau e que era propriedade de Stanley Ho antes da transferência de ações para a segunda e terceira mulheres.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG