Soterrados pedem ajuda por SMS e e-mail

Os alunos japoneses que ficaram debaixo dos escombros após o sismo que abalou hoje a cidade de Christchurch enviaram um e-mail através do telemóvel. Outras pessoas já foram encontradas graças aos SMS.

Sete alunos e uma professora japoneses foram resgatados com vida dos escombros da cantina onde se se encontravam a almoçar graças a um e-mail enviado pela professora através do telemóvel. Foram todos transportados para o hospital com ossos partidos e alguns deles com ferimentos graves.

Os restantes elementos deste grupo de 21 pessoas que estava no local no âmbito de um programa de intercâmbio escolar continua desaparecido.

Outros habitantes de Christchurch, segunda cidade da Nova Zelândia, atingida às 13h00 locais por um sismo de 6,3 de magnitude, têm usado os SMS para pedir socorro. Graças a isso, segundo a Rádio New Zeland, já foram resgatadas 100 pessoas. falta, no entanto, encontrar outras tantas.

As operações de busca começam agora a ser dificultadas pelo facto de a noite ter caído.

O sismo fez pelo menos 63 mortos.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG