Quatro tibetanos imolaram-se em protesto contra a China

Pelo menos quatro tibetanos imolaram-se domingo e segunda-feira em protesto contra o domínio chinês no Tibete, revelaram hoje jornais internacionais e grupos de ativistas dos Direitos Humanos.

De acordo com um comunicado da organização Free Tibet, baseada em Londres, pelo menos três dos tibetanos morreram em consequência dos ferimentos provocados pelas chamas, elevando para 20 casos de imolação em novembro.

Os incidentes acontecem quando as organizações tibetanas contestam folhetos alegadamente produzidos pelas autoridades chinesas em que desvalorizam a língua tibetana e consideram ridículos os atos de imolação.

A Free Tibet não especificou o local dos acontecimentos nem a fonte da informação que, habitualmente, é difundida pelos tibetanos no exílio.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG