Polícia detém seis suspeitos de nova violação coletiva

A polícia indiana anunciou hoje a detenção de seis homens implicados num novo caso de violação coletiva, no norte da Índia, menos de um mês depois de um caso semelhante que revoltou o país.

"Seis homens foram detidos por serem suspeitos de violação de uma mulher de 29 anos (...) depois de a terem levado à força para um local desconhecido na sexta-feira à noite", indicou a polícia, que procura um sétimo suspeito.

A vítima apanhou um autocarro na sexta-feira para visitar a família do marido, no estado de Pendjab (norte). Foi então sequestrada e levada numa motorizada para uma casa, nos arredores da cidade de Amritsar, disse Raj Jeet Singh, oficial da polícia.

"Depois de ter sido sequestrada, a mulher foi brutalmente violada por sete suspeitos, durante toda a noite", acrescentou.

Os atacantes abandonaram a vítima numa estrada, perto da localidade onde vive a família do marido, à qual contou a agressão.

A 16 de dezembro, uma estudante de fisioterapia de 23 anos foi violada e espancada por seis homens num autocarro em Nova Deli. A mulher não sobreviveu aos ferimentos.

O caso desencadeou grandes manifestações na capital indiana, para denunciar a violência contra as mulheres num país dominado pelos homens.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG