Países do sudeste asiático preocupados com tensão no mar do Sul da China

O bloco regional do sudeste asiático manifestou-se hoje preocupado com o aumento da tensão no mar do Sul da China, depois de disputas opondo Vietname e Filipinas contra Pequim.

Os ministros dos Negócios Estrangeiros dos países da Associação de Nações do Sudeste Asiático (ASEAN) expressaram "preocupações sérias sobre os desenvolvimentos" a decorrer no sul do mar da China, com zonas a serem reivindicadas por diferentes países, nas vésperas do encontro dos governantes em Naypyidaw.

As tensões na região emergiram esta semana depois de Pequim ter deslocado uma sonda de perfuração para águas que também são reclamadas por Hanói, desencadeando um impasse, com o Vietname a afirmar que os seus barcos foram atacados.

O incidente motivou uma declaração de preocupação das Nações Unidas (ONU).

Manila, que pediu ao tribunal da ONU que regule as pretensões da China sobre quase todo o mar, também deteve um barco de pesca chinês no território em causa.

Os ministros da ASEAN apelaram "a todas as partes envolvidas... para se conterem e evitarem ações que possam ameaçar a paz e a estabilidade na área", numa declaração emitida hoje, que também pediu que as disputas sejam resolvidas "por meios pacíficos, sem recorrer a ameaças ou ao uso da força".

JH.// ATR

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG