Namorado da jovem indiana violada testemunha em tribunal

O namorado da estudante indiana, jovem que morreu após ter sido violada e brutalmente agredida num autocarro de Nova Deli, começou hoje a depor no tribunal onde cinco homens estão a ser julgados pelo crime, revelou o seu pai.

O jovem de 28 anos, que não é identificado por razões legais, chegou ao tribunal numa cadeira de rodas e deveria ser a primeira testemunha da acusação a testemunhar perante os juízes que julgam um caso que chocou a Índia e o mundo.

Apesar de não ter falado aos jornalistas, o seu pai confirmou que este iria dar ao tribunal detalhes que envolvem os cinco homens nos atos que levaram à morte da jovem, apesar dos acusados negarem qualquer envolvimento.

Um sexto acusado está a ser julgado separadamente por ser menor.

A jovem indiana, de 23 anos, acabaria por morrer em Singapura devido aos graves ferimentos infligidos durante a violação e agressão que sofreu no interior de um autocarro em Nova Deli, quando voltava a casa depois de ter ido ao cinema com o namorado.

O namorado da vítima também foi agredido e tem vários ferimentos que o impedem de andar.

O juiz que conduz o caso, que decorre num tribunal especial, proibiu relatos do processo e deu indicações a todos os advogados para não falarem com a imprensa.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG