Ministro indiano engana-se e lê discurso de Luís Amado

O ministro dos Negócios Estrangeiros português deixou os papéis do seu discurso no púlpito. O orador seguinte, o seu homólogo da Índia, SM Krishna, leu-os durante três minutos.

A gaffe deu-se na reunião do Conselho de Segurança das Nações Unidas, que se realizou sexta-feira em Nova Iorque. SM Krishna chegou ao púlpito para discursar e agarrou nas folhas que tinha à frente. O caricato é que se tratavam das folhas com o discurso (em inglês) de Luís Amado e o ministro indiano não se apercebeu do equívoco.

Veja o vídeo:

Foi um diplomata indiano que deu pela troca e alertou o ministro para a gafe, só possível, dizem os assessores de Krishna, porque o início do discurso versava sobre temas genéricos nas Nações Unidas respeitantes à segurança e desenvolvimento.

Os mais críticos salientam que o ministro nem percebeu quando expressou a sua "profunda satisfação" pelo encontro com outro país de língua portuguesa, o Brasil. Ou quando, durante três minutos, disse exactamente o mesmo que o seu antecessor dissera.

A história está a dar que falar nas redes sociais da Internet, onde já há quem diga que foi o melhor discurso que Krishna alguma vez fez.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG