Menina cria caneca com 3 pernas para avô com Parkinson

Lily Born, uma menina de 11 anos, teve a ideia de criar uma caneca que não pudesse entornar ou ser derrubada pelo seu avô, doente de Parkinson.

Quando tinha 9 anos, Lily, que vive em Chicago, criou uma caneca, inicialmente a partir de materiais caseiros e mais tarde de cerâmica, na tentativa de facilitar a vida do seu avô, doente de Parkinson, e para aliviar a avó do esforço de andar sempre a limpar o que este entornava devido aos tremores provocados pela doença.

Lily Born mostrou a primeira caneca, com o nome "Caneca Canguru", ao seu pai, mas esta ainda era demasiado frágil devido ao material de que era feita. Assim com o apoio do pai, juntou dinheiro através de doações e montou uma campanha publicitária com o objetivo de começar a produção industrial de modelos mais sofisticados.

De momento existe apenas o modelo em cerâmica para fins comerciais, mas a família já está a tentar juntar dinheiro para iniciar a produção do recipiente em plástico, que o tornará mais resistente.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG