Malala já se levantou e comunicou por escrito

Malala Yousufzai, a ativista paquistanesa de 14 anos que no dia 9 foi baleada pelos rebeldes talibãs por defender o direito à educação das mulheres, já se consegue levantar com a ajuda dos médicos.

A jovem paquistanesa foi baleada na cabeça e na zona do pescoço-ombro quando vinha da escola para casa, no vale do Swat, uma das zonas conturbadas do Paquistão.

Malala foi assistida inicialmente no hospital de Peshwar e depois transferida para o hospital Rainha Elizabeth, em Birmingham, no Reino Unido, onde está a receber tratamento desde segunda-feira.

Os médicos britânicos conseguiram estabilizar a jovem, após retirar a bala que se encontrava alojada na sua cabeça, diz o jornal asiático 'Channel New Asia'.

Hoje, os médicos deste hospital anunciaram que Malala foi já capaz de trocar algumas palavras escritas com eles, assim como de mexer os braços e se levantar com o seu auxílio. A revelação do progresso alcançado pela jovem deu-se numa Conferência de Imprensa, num comunicado do professor Dave Rosser, do hospital Queen Elizabeth, informa a AFP.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG