Filipinas: Tempestade tropical "Aere" causou 33 mortos

As autoridades das Filipinas elevaram hoje para 33 o número de vítimas mortais com a passagem da tempestade tropical "Aere" pela região oriental do arquipélago na semana passada.

De acordo com o último balanço oficial do Centro Nacional de Coordenação de Desastres das Filipinas, nove pessoas ficaram feridas e outras duas continuam desaparecidas.

A maioria das mortes decorreu de deslizamentos de terras causados pelas fortes chuvas e vento, que também derrubaram postes de electricidade e árvores e formaram um tornado a norte de Manila.

Os prejuízos causados pela tempestade superam os 16,4 milhões de euros, segundo as primeiras estimativas do governo filipino.

Mais de 10 mil pessoas perderam as suas casas e cerca de 430 mil residências ficaram danificadas, a maioria nas províncias de Camarines Sur e Albay, as mais afectadas na região oriental de Bicol, na ilha de Luzón.

A tempestade "Aere" afastou-se das Filipinas na segunda-feira no sentido de Taiwan e do Japão com ventos de 75 quilómetros por hora e rajadas de mais de 90 quilómetros por hora.

Todos os anos, as Filipinas são atingidas por 15 a 20 tufões durante a época das chuvas, entre Maio/Junho e Outubro/Novembro.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG