Explosão de gás mata 23 em mina de carvão chinesa

O número de mortos na explosão de gás que ocorreu numa mina de carvão na província chinesa de Guizhou, no sábado, subiu para 23, divulgou hoje a imprensa oficial.

O acidente ocorreu na mina de carvão de Xiangshui, na localidade de Liupanshui, no sudoeste da China, quando se encontravam 28 trabalhadores no seu interior. Um balanço anterior, no sábado, dava conta de 19 mortos.

As equipas de resgate conseguiram salvar cinco trabalhadores e encontraram os corpos dos restantes durante o fim de semana.

A mina de carvão de Liupanshui, que iniciou operações em 2006, tem uma capacidade de produção anual estimada em quatro milhões de toneladas.

As minas de carvão chinesas são as mais perigosas do mundo, com cerca de três mil mortes anuais, devido à falta de medidas de segurança ou pela sobre-exploração.

O carvão é ainda a principal fonte energética da China, já que representa entre 60% a 70% do total da energia consumida pela segunda maior economia mundial.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG