Ciclone "Yasi" deixa rasto de destruição na Austrália

O ciclone "Yasi" deixou um rasto de destruição à sua passagem pela região Nordeste da Austrália, casas sem telhado, árvores derrubadas e mais de 170 mil pessoas sem luz, noticiaram hoje as agências internacionais.

Para já, não há registo de vítimas. As localidades mais atingidas pela fúria do ciclone foram Innisfail, Mission Beach, Cardwell e, sobretudo, Tully, onde cerca de 90% das construções ficaram danificadas.

O "Yasi" dirige-se agora para Georgetown e Charters Towers, no Interior da Austrália, menos populoso do que a região costeira.

Rajadas de vento de 290km/h arrancaram telhados de edifícios, derrubaram árvores e postes de electricidade e arrancaram cabos eléctricos, cortando o fornecimento de energia.

Por precaução, 40 mil pessoas de várias localidades do estado de Queensland tiveram de ser retiradas das suas casas. Queensland ainda está a recuperar de recentes cheias, que mataram 35 pessoas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG