China bloqueia 'sites' na véspera da entrega do Nobel

Os 'sites' de vários órgãos de comunicação social internacionais encontram-se esta quinta-feira bloqueados na China, um dia antes da entrega simbólica do prémio Nobel da Paz, em Oslo, ao dissidente chinês Liu Xiaobo.

Um dos casos é o 'site' da estação pública de televisão e de rádio norueguesa NRK, segundo a agência noticiosa espanhola EFE, que tentou aceder à morada electrónica. O 'site' da estação pública britânica BBC também está bloqueado, confirmou ainda a EFE. O endereço na Internet da BBC já foi alvo de censura por parte das autoridades chinesas em outras ocasiões, em alguns casos durante vários anos. A página 'online' do canal norte-americano CNN encontra-se igualmente bloqueada, segundo a agência francesa AFP.

Liu Xiaobo, preso desde Dezembro de 2008 e condenado a 11 anos de prisão por "actividades subversivas", foi distinguido pelo Comité Nobel Norueguês pela "sua longa e não violenta luta pelos direitos fundamentais da China". A cerimónia de entrega do prestigiado prémio, que se realizará sexta-feira em Olso, será simbólica, uma vez que o dissidente chinês e ex-professor não estará presente, bem como nenhum dos seus familiares, incluindo a sua mulher Liu Xia, atualmente em prisão domiciliária.

Na véspera da cerimónia, manifestantes pró-democracia concentraram-se na capital norueguesa para celebrar a atribuição do galardão ao dissidente chinês.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG