Ataque contra rebeldes Kachin matou três civis

Três civis foram mortos e outros seis ficaram hoje feridos no primeiro ataque do exército birmanês contra a localidade de Laiza, bastião da rebelião Kachin, indicou um porta-voz do braço político dos rebeldes à AFP.

"Esta manhã às 08:15 (01:45 em Lisboa), três projéteis atingiram o centro de Laiza, causando a morte de três civis e ferindo outros seis", indicou o coronel James Lum Dau.

Os combates no extremo norte do país intensificaram-se nas últimas duas semanas.

Os três mortos são um adolescente de 15 anos e dois homens.

Os feridos incluem dois menores de dois e oito anos e duas mulheres.

"É a primeira vez que eles bombardeiam diretamente Laiza. Eles supostamente estão a atacar o KIA (Exército para a Independência de Kachin), então por que razão atiram sobre os civis?", questionou o coronel.

Os combates entre os rebeldes kachins e o exército birmanês foram retomados em junho de 2011, após 17 anos de tréguas, e intensificaram-se no final de dezembro, com a utilização pelo exército de aviões e helicópteros ea a realização de operações que se aproximaram progressivamente de Laiza, situada na fronteira chinesa.

Exclusivos