Aceites depósitos temporários para detritos radioativos

Os municípios japoneses de Fukushima, Futaba e Okuma comunicaram ao Governo aceitarem a construção de depósito temporários para armazenagem dos detritos nucleares provenientes da descontaminação da central nuclear da região acidentada em março de 2011.

"É um fardo pesado para a região, mas tomámos a decisão dolorosa de aceitar a construção destes locais de armazenamento", disse o governador de Fukushima, Yuhei Sato, aos ministros japoneses do Ambiente e da Reconstrução, numa reunião esta manhã.

O Estado nipónico procurava há dois meses convencer os líderes locais e as populações da necessidade absoluta de construir estes locais de depósito nas localidades contaminadas perto da central nuclear, e que isso deve ser feito com a máxima urgência.

No entanto, o processo tem enfrentado obstáculos, face aos receios de que o temporário se torne permanente e que as localidades em causa se tornem definitivamente inabitáveis.

Os municípios de Futaba e Okuma disseram-se também prontos a aceitar as condições, segundo a AFP.

O governo prevê comprar os terrenos requisitados, através da negociação com cerca de 2.000 proprietários, segundo as estimativas da imprensa local.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG