Americano que evitou massacre num TGV em França está destacado na Base das Lajes

Spencer Stone, de 23 anos, ficou ferido na luta com o marroquino que ia atacar no comboio que ligava Amesterdão a Paris na sexta-feira à tarde. Já teve alta. Obama e Hollande aplaudem atitude heroica de americano e dos amigos que estavam de férias

Um dos três cidadãos americanos que na sexta-feira à tarde conseguiram evitar um massacre num comboio de alta velocidade (TGV) que ligava Amesterdão a Paris é um militar da Força Aérea dos EUA destacado na Base das Lajes, nos Açores, confirmou ao DN a tenente Alexandra Trobe, do gabinete de informação pública da base aérea.

Spencer Stone, de 23 anos, estava de férias com dois amigos: Alek Skarlatos e Anthony Sadler. O primeiro, de 22 anos, pertence à Guarda Nacional e esteve de serviço até julho no Afeganistão, o segundo tem 23 anos e é estudante de fisioterapia da universidade. Conhecem-se desde crianças e atualmente residem em Sacramento e Roseburg, respetivamente, nos estados da Califórnia e Oregon.

Os três, ajudados por um treinador de rugby britânico, Chris Norman, conseguiram imobilizar o atacante, um marroquino, identificado como Ayoub El Kahzzani, que fará 26 anos a 3 de setembro. E evitar aquele que poderia ter sido o pior ataque terrorista dos últimos tempos em solo europeu.

Leia mais na ediçao impressa ou no e-paper do DN

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG