Alexis Tsipras recebe apoio mas não dinheiro de Putin

Atenas está interessada no gasoduto que deverá passar pela Turquia. Moscovo não vai abrir exceção a embargo alimentar

Alexis Tsipras saiu ontem do Kremlin com o apoio moral do presidente russo, mas sem ajuda financeira para tentar resolver a crise que a Grécia atravessa e cuja possível solução está a ser discutida em Bruxelas entre Atenas e os credores (ver texto da página ao lado).

"O lado grego não nos apresentou nenhum pedido de ajuda. Discutimos uma cooperação em vários sectores da economia, incluindo a possibilidade de desenvolver grandes projetos energéticos", declarou Vladimir Putin. "A Grécia não é um mendigo que anda pelos países a pedir que resolvam o seu problema económico, uma crise económica que não diz apenas respeito à Grécia, que é uma crise europeia", disse, por seu turno, o primeiro-ministro grego.

A visita de Alexis Tsipras à Rússia, e o seu encontro com Vladimir Putin, causou algum mal-estar entre alguns parceiros europeus, nomeadamente com Bruxelas e Berlim a instarem Atenas a não violar as sanções impostas pela União Europeia a Moscovo por causa da situação na Ucrânia.

Leia mais na edição impressa ou no epaper do DN.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG