Vários feridos após confrontos com a polícia

Várias pessoas ficaram feridas, entre as quais cinco polícias, após incidentes entre forças de segurança marroquinas e várias centenas de manifestantes, em El Aaiún, à margem de uma visita de um emissário da ONU, informou uma ONG local.

No âmbito de uma nova missão regional, o emissário das Nações Unidas Christopher Ross chegou sexta-feira à maior cidade do Saara ocidental, antiga colónia espanhola, controlada por Marrocos, mas reivindicada pelos separatistas da Frente Polisário.

Os confrontos eclodiram ao final do dia de sábado, na capital do Saara Ocidental, embora existam versões diferentes sobre os acontecimentos.

Segundo autoridades de El Aaiún, citada pela agência marroquina MAP, cinco elementos das forças de segurança foram feridos em "atos de vandalismo e de violência" cometidos por "cerca de 400 indivíduos que pretendiam perturbar a visita" de Christopher Ross.

Estas pessoas "tentaram através de várias ruas da cidade chegar à via pública sem autorização e começaram a lançar pedras e cocktails molotov e usaram pneus em chamas para criar barreiras", adiantou a mesma fonte.

Contactada pela agência France Presse, o responsável local da Associação dos Direitos Humanos Marroquina, Hamoud Iguilid, afirmou que "dez dezenas" de pessoas foram feridas e hospitalizadas em El Aaiún.

Hamoud Iguilid disse que a sua Organização Não Governamental elaborou um relatório sobre estes incidentes.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG