Um morto e cinco feridos em confrontos numa mina

Um mineiro morreu e cinco outros ficaram feridos numa mina de platina do noroeste sul-africano quando seguranças abriram fogo para porem termo a confrontos entre apoiantes de dois sindicatos rivais, noticiou a estação de televisão eNCA.

Segundo a estação, os confrontos e o tiroteio ocorreram na mina de Siphumelele, pertencente à Anglo American Platinum, a maior produtora de platina do mundo, nos arredores de Rustenburg, 100 quilómetros a noroeste de Joanesburgo.

Nenhuma fonte da empresa nem dos sindicatos do setor se disponibilizou para prestar declarações.

Foi uma situação de agitação laboral deste tipo que culminou, em agosto de 2012, com a morte de 34 mineiros da empresa Lonmim, na mesma zona.

Depois de várias semanas de confrontos entre membros de sindicatos rivais no decorrer de uma greve selvagem levou à intervenção de uma força policial que abriu fogo sobre os mineiros.

A Anglo American Platinum anunciou recentemente a sua intenção de encerrar duas minas naquela zona, o que poderá levar ao despedimento de 14 mil trabalhadores.

As ações da empresa caíram 5 por cento na sessão da tarde de hoje da Bolsa de Valores de Joanesburgo (JSE).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG