SEF esclarece situação de detenção de suspeito de atentado

O SEF, Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, esclareceu hoje em comunicado, a situação da detenção em Portugal do alegado autor do atentado em Marraquexe.

Em face das notícias hoje vindas a público, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras esclarece:

O cidadão em causa, Adil El Attmani, foi detido, no âmbito do controlo de fronteira, a tentar entrar em território nacional de forma clandestina, por via marítima, a bordo de uma embarcação que chegou ao Porto de Leixões.

Nos termos da legislação em vigor, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras concretizou a sua recusa de entrada em território nacional e executou o seu afastamento, sob escolta, no dia 5 de Agosto de 2004, para o País de origem, onde foi entregue às autoridades marroquinas.

Sublinha-se que a ocorrência, à época, se caracterizou por ser uma acção de imigração ilegal, não existindo referência a quaisquer mandados nacionais ou internacionais, à qual foi aplicado o procedimento determinado pela legislação em vigor.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG