Sarauís dizem que ataque causou "milhares de baixas"

Fontes do Ministério dos Territórios Ocupados da autoproclamada República Árabe Sarauí Democrática (RASD) disseram hoje que a acção das forças marroquinas no acampamento próximo de El Aaiun e posteriores confrontos na capital do Saara Ocidental terão causado "milhares de baixas".

"As baixas contam-se por milhares e ainda que se desconheça o número total de mortos, há dados sobre essa ocorrência", informou a agência de notícias do Saara Ocidental, SPS, citando fontes do Ministério dos Territórios Ocupados da autoproclamada República Árabe Sarauí Democrática (RASD).

A nota, citada também pela agência espanhola Europa Press, refere que os habitantes do acampamento hoje desmantelado foram separados em grupos e obrigados a regressar a El Aaiun.

"Na cidade de El Aaiun está a ocorrer uma batalha campal e o exército ataca os cidadãos que se manifestam nas ruas. Estão a disparar sobre a população com munições reais e com balas de borracha", afirma a mesma nota.

As autoridades de Marrocos declararam hoje que a acção de desmantelamento do acampamento de Gdaim Izik, perto de El Aaiun, capital do Saara Ocidental, decorreu "dentro da legalidade", tendo-se registado "alguns feridos dos dois lados".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG