Presidente somali aceita instaurar a Sharia

O chefe do Estado somali interino pretende, assim, acabar com as lutas entre grupos islamitas rivais.

O novo Presidente da Somália, Sharif Sheikh Ahmed, autorizou a instauração da Sharia, lei Islâmica, para tentar acabar com as lutas tribais entre grupos de islamitas.

O acordo surgiu depois de conversações entre o Governo somali e os seus clãs de opositores sob mediação regional. O Governo tem estado em rota de colisão com grupos como o al-Shabaab, inspirado na ideologia da Al-Qaeda.

A Somália não tem um Governo efectivo há anos, apenas interino, estando essa situação a ser aproveitada por grupos rivais, muitos deles de inspiração islamita.  Entretanto a pirataria desenvolveu-se como actividade para muitos pescadores somalis, como forma de melhorar o nível de vida.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG