Operação de resgate em mina sul-africana concluída

A operação de resgate dos trabalhadores presos numa mina de ouro ilegal sul-africana já terminou, mas permanece no local "um número indeterminado" de outros, que não saem por temerem ser presos, segundo os serviços de socorro.

"A operação de resgate foi concluída e não vamos retomar amanhã", disse Rogger Mamaila, um responsável dos serviços de socorro locais.

"É possível que haja mais [pessoas na mina], mas não sabemos e não vamos enviar socorristas lá abaixo", excluiu. "Removemos as pedras e deixámos um caminho aberto", adiantou, frisando: "Cabe-lhes decidir quando querem sair."

Mack Mngomezulu, porta-voz da polícia, confirmou que alguns trabalhadores se recusam a sair da mina, temendo uma prisão, por não terem autorização para estar no local.

De acordo com relatos de mineiros transmitidos à polícia, duas centenas de homens estavam na mina quando ficaram encurralados, mas as autoridades locais falam em três dezenas.

Os onze homens resgatados da mina de ouro, situada a leste de Joanesburgo, saíram ilesos do acidente e, depois de observados, foram imediatamente entregues à polícia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG