Onze mineiros resgatados, outros ainda no interior

Onze mineiros foram hoje retirados de uma mina de ouro ilegal nos arredores de Joanesburgo, onde dezenas de trabalhadores, mais de 200, segundo algumas informações, estão retidos desde sábado.

"Até agora resgatámos 11, a maior parte sem ferimentos aparentes, mas estão a ser submetidos a exames médicos", declarou à AFP Russel Meiring, membro dos serviços de emergências privados ER24.

"Entrámos em comunicação com cerca de 30 mineiros que estavam retidos, disseram que havia mais 200 num patamar mais abaixo", declarou no início das operações Werner Vermaak, porta-voz da ER24, sem no entanto poder confirmar este número.

"É possível que possam estar mais (de 30), não sabemos e não vamos fazer descer a nossa equipa de salvamento", disse Rogger Mamaila, responsável pelos serviços locais de resgate.

O mesmo responsável anunciou que as operações terminaram duas horas após a saída dos 11 homens.

Segundo a AFP, vários homens recusam sair com medo de serem detidos por trabalho clandestino.

Rogger Mamaila referiu que a equipa de resgate retirou uma rocha que tapava a saída e abriu uma passagem.

"Cabe a eles decidir quando querem sair", acrescentou.

Numa primeira fase, a equipa fez descer água e comida por uma corda.

O alerta tinha sido dado por uma patrulha da polícia, que foi informada por um transeunte que ouvira gritos provenientes do subsolo. De acordo com os socorristas, os primeiros resgatados foram entregues à polícia depois dos exames médicos.

Os acidentes em minas são frequentes na África do Sul, mas têm vindo a diminuir nos últimos anos. Segundo os sindicatos, em 2012 registaram-se 112 mortes.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG