'Nuggets' de antílope afinal eram de... girafa

O escândalo da fraude alimentar na Europa, com carne de cavalo a ser vendida como se fosse vaca, tem paralelos noutros continentes. E com outras espécies. Na África do Sul, pedaços de carne seca vendidos como antílope, uma especialidade do país, vieram a revelar-se ser de girafa, canguru, zebra, porco, cavalo ou até vaca.

Biltong é uma especialidade sul-africana que se concretiza em tiras de carne seca, tipo 'nuggets' mas crus, vendidos como 'snack' um pouco por todo o lado. Exitem em várias variedades, consoante o tipo de carne, e uma das mais procurada é a feita de antílope.

Na sequência dos casos de fraude na Europa, investigadores da University of the Western Cape fizeram testes de ADN a 146 amostras de biltong comprado em supermercados e talhos um pouco por todo o país. Nada levava a crer que houvesse problemas. À agência Reuters, os cientistas admitem mesmo que agiram por curiosidade. Mas os resultados justificaram o trabalho.

Nas embalagens marcadas como carne de vaca, foi precisamente isso que foi encontrado. O problema surgiu noutras espécies. E não apenas nos referidos biltongs de antílope (anunciados como sendo de kudu, uma espécie da região).

Também os 'nuggets' de zebra continham carne de zebra da montanha, uma espécie protegida por estar em vias de extinção.

Já esta semana, também na África do Sul, surgiram análises dando conta que dois terços dos hambúrgueres "de vaca" vendidos no país continham carne de burro e búfalo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG