NATO adia decisão sobre fim das operações militares

A NATO adiou na quarta-feira a tomada de uma decisão final sobre o termo da campanha de bombardeamentos na Líbia, prosseguindo as consultas com as Nações Unidas e o Conselho Nacional de Transição (CNT) líbio, noticiou a agência AP.

Na semana passada, a NATO anunciou planos preliminares para concluir a sua missão na Líbia, a formalizar na quarta-feira numa reunião do Conselho do Atlântico Norte, órgão directivo da aliança, o que não aconteceu.

Também na quarta-feira, a porta-voz Carmen Romero disse que o secretário-geral da NATO, Anders Fogh Rasmussen, estava em consultas com representantes da ONU e do CNT.

"O Conselho do Atlântico Norte reúne-se com os membros na sexta-feira para debater a missão na Líbia e tomar uma decisão formal", disse a porta-voz, adiantando que está "um processo em curso" no Conselho de Segurança das Nações Unidas.

Na terça-feira, o secretário da Defesa norte-americano, Leon Panetta, disse que alguns líderes líbios tinham pedido à NATO para continuar a missão na Líbia durante o período em que estão a tentar formar um governo provisório no país.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG