Motim num centro de desmobilização de crianças-soldado

Menores partiram vidros, fizeram barulho durante toda a noite e saíram armados de paus

Mais de 300 crianças-soldado dos ex-rebeldes das Forças Nacionais de Libertação (FNL) do Burundi revoltaram-se contra as suas condições de vida na base de Gitega, onde estão reunidas desde Abril.

“As 340 crianças soldado agrupadas no centro de desmobilização de Gitega estão amotinadas desde segunda-feira à tarde. Eles partiram os vidros e fizeram barulho durante toda a noite e todo o dia. Saíram armados de paus e perturbaram a ordem em parte da cidade”, anunciou o responsável do centro, Romain Ndagabwa.

Uma escola primária e duas secundárias próximas do centro tiveram que fechar as portas e dois alunos ficaram ligeiramente feridos quando tentavam fugir.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG