Interpol pede a detenção de filho de Kadhafi

A organização policial internacional Interpol anunciou hoje ter pedido aos 188 países membros para deter Saadi Kadhafi, um dos filhos do antigo dirigente líbio Muammar Kadhafi, "a pedido das autoridades líbias".

"A Interpol confirma as informações de acordo com as quais Saadi Kadhafi, de 38 anos, foi visto pela última vez no Níger. Este aviso é um alerta regional e internacional para os países vizinhos da Líbia e do Níger (...) para que ajudem à localizar e deter Saadi Kadhafi", refere um comunicado da organização com sede em Lyon (centro-leste da França).

A Interpol acrescentou que este pedido é feito com base nas acusações de que Al-Saadi Kadhafi roubou várias propriedades e esteve envolvido em ações de "intimidação armada" quando dirigia a Federação de Futebol líbia.

Era também um comandante das forças especiais líbias e está sujeito às sanções das Nações Unidas por comandar unidades militares que reprimiram manifestações contra o regime.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG