Interpol abre caça internacional à "viúva branca"

A Interpol emitiu hoje um mandado de detenção internacional contra Samantha Lewthwaite, a britânica conhecida como "viúva branca", a pedido do Quénia, por acusações que remontam a 2011.

Em comunicado, a organização internacional de polícia afirma que a mulher, de 29 anos, é "procurada pelo Quénia pelas acusações de posse de explosivos e de conspiração para a prática de crime, que remontam a dezembro de 2011".

O alerta da Interpol, designado "alerta vermelho", é dirigido aos 190 países membros da organização, chamados a localizar e deter o suspeito.

A imprensa britânica especulou nos últimos dias sobre um envolvimento de Samantha Lewthwaite, viúva de um dos autores dos atentados de Londres de 2005, no ataque a um centro comercial da capital do Quénia, que provocou pelo menos 72 mortos, depois de declarações de uma ministra queniana sobre a presença de uma britânica entre os atacantes.

O Presidente do Quénia, Uhuru Kenyatta, disse mais tarde que essa informação não foi confirmada.

Exclusivos