Taxista atropela adeptos e polícia salva-o da morte

Um taxista atropelou dois adeptos do Gabão e a feroz retaliação da multidão que festejava o triunfo na estreia na Taça das Nações Africanas de futebol quase o matou, destruindo-lhe o carro.

"Estávamos a celebrar o triunfo do Gabão (2-0 ao Níger) quando um carro veio contra nós", contou Mbina Mbina, uma testemunha, de 33 anos.

Segundo a polícia, "duas pessoas ficaram feridas pelo acidente, mas não correm risco de vidaa".

"O taxista foi selvaticamente atacado. Teria morrido caso a polícia não tivesse atuado. O seu carro ficou destruído", contou um agente da autoridade de Libreville, a capital do Gabão.

Ler mais

Exclusivos