Ex-presidente do Malawi impedido de se candidatar

O Tribunal Constitucional do Malawi impediu o antigo presidente Bakili Muluzi de se candidato depois de já ter cumprido dois mandatos.

O Tribunal rejeitou o pedido de Muluzi com o argumento de que a sua candidatura “suprimiria o limite do número de mandatos”, que deve ser apenas de dois mandatos, de cinco anos cada um.

Os advogados do ex-presidente anunciaram que vão recorrer.

A questão do limite dos mandatos é uma questão política muito sensível neste país da África Austral, depois de ter vivido 30 anos sob a ditadura e Kamuzu Banda, o herói da independência.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG