Empresa demite 12 mil mineiros em greve

A maior empresa de mineração de platina do mundo, a Amplats, anunciou a demissão de 12 mil dos seus mineiros que estavam em greve ilegal em Rustenburg, na África do Sul.

"Cerca de 12 mil funcionários decidiram não se apresentar [diante dos conselhos disciplinar], não assistir às audiências, e por isso foram demitidos", segundo um comunicado do grupo, filial da Anglo American, que tinham ameaçado demitir os grevistas ilegais que recusassem comparecer.

Os conselhos disciplinares foram convocados na terça-feira. "Os funcionários implicados conhecem hoje o veredicto na audiência. Terão três dias úteis para apelar", indicou a empresa.

As minas de Rustenburg estão sem funcionar desde 12 de setembro e a empresa já tinha feito vários ultimatos aos mineiros. Os grevistas pedem um aumento de salário para os 16 mil rands mensais (cerca de 1450 euros).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG