Eleições no Zimbabwe até ao final de junho

O Zimbabwe vai organizar eleições gerais até 29 de junho para permitir a formação de um novo Governo, que substituirá o de "união nacional" que está à frente dos destinos do país desde 2009.

"É imperativo ter eleições até 29 de junho, porque nessa altura não teremos mais parlamento e um país não pode ser governado sem parlamento", afirmou o ministro da Justiça, Patrick Chinamasa, segundo o jornal 'The Herald'.

"Enquanto ministro da Justiça, não me agrada a ideia de organizar eleições após 29 de junho, exceto algum acontecimento que caia fora das minhas competências", sublinhou.

Estas declarações surgem depois da aprovação por referendo, na terça-feira, de uma nova Constituição, uma das principais condições para a realização de novas eleições.

Estas eleições visam substituir o atual Governo de "união nacional" formado em 2009, que tem como Presidente Robert Mugabe (no poder há 33 anos) e o seu rival Morgan Tsvangirai como primeiro-ministro. Um Governo imposto devido à pressão diplomática para evitar uma guerra civil após as presidenciais de 2008.

Uma decisão judicial obriga Mugabe a anunciar a data das novas eleições antes de 31 de março.

Mugabe e Tsvangirai apoiaram a nova Constituição.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG