Dia de eleições tranquilo com "elevada participação"

As urnas na Serra Leoa encerraram hoje à hora prevista, num dia de eleições presidenciais, legislativas, regionais e municipais que decorreu sem registo de incidentes e "elevada participação", segundo a Comissão Nacional de Eleições.

De acordo com a AFP, a maior parte das mesas de voto fechou às 17:00 (mesma hora de Lisboa), restando abertas apenas as que ainda contavam com eleitores que esperavam a sua oportunidade para emitir o voto.

A presidente da Comissão Nacional de Eleições, Christiana Thorpe, afirmou, em comunicado, que os problemas logísticos foram resolvidos rapidamente e as urnas estiveram em funcionamento sem dificuldades ao longo do dia.

"A Comissão gostaria de expressar a sua apreciação ao público votante pela conduta pacífica, a elevada participação e paciência enquanto esperava em longas filas para exercer o seu direito", escreveu Christiana Thorpe, segundo texto publicado na página da instituição.

Os observadores internacionais saudaram, citados pela AFP, o "entusiasmo" dos 2,6 milhões de serra-leoneses habilitados para votar nas eleições.

O responsável de Relações Externas da comissão de eleições, Albert Massaquoi, disse à agência espanhola EFE que a elevada participação nas eleições se deveu, em parte, ao bom tempo que se fez sentir nas principais cidades do país.

O Presidente Ernest Koroma, eleito pela primeira vez em 2007, candidatou-se agora a um segundo e último mandato, como prevê a Constituição do país.

Outros sete candidatos apresentam-se ao escrutínio presidencial, incluindo o ex-chefe de uma junta militar que dirigiu o país em 1996, Julius Maada Bio, do Partido do Povo da Serra Leoa (SLPP).

Para vencer na primeira volta, o candidato à presidência deve somar 55 por cento dos votos, mas os analistas disseram que o escrutínio só deverá ser resolvido na segunda volta.

As eleições realizam-se dez anos depois do fim de uma das mais sangrentas guerras civis da história recente de África, entre 1991 e 2002, em que morreram perto de 120 mil pessoas.

Os resultados finais deverão ser divulgados a 26 de novembro.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG